março 13, 2009

bateu no fundo...

Pinto da Costa jura perante Deus e a filha que Carolina mentiu
PRESIDENTE PORTISTA CONSIDERA ACUSAÇÃO "MAQUIAVÉLICA"

No final do julgamento, Pinto da Costa pediu para falar, jurando perante o tribunal e Deus que a acusação não corresponde à verdade. "É totalmente falso que tenha dado o que quer seja a Augusto Duarte, que ele tenha ido a minha casa para ser influenciado" (foi lá fazer a encomenda de um cafézinho com leite), referiu.
Num tom veemente, o presidente dos dragões afirmou também: "Se não estou a falar a verdade no que estou a dizer, que caia sobre a pessoa que eu mais amo, a minha filha, todos os males do mundo." (coitadinha da miúda que vai sofrer como uma mártir)
Pinto da Costa pediu a Deus para castigar aqueles "que provocaram esta situação" e considerou a "acusação maquiavélica.

in recordas.pt

Quando se opta por este tipo de defesa está-se em desespero... Só acredita nestas barbaridades quem é estúpido! Que os adeptos andrades são estúpidos, eu já sei, vamos agora medir a estupidez encomendada da suposta justiça portuguesa!!!

1 comentário:

am disse...

Há um ditado que diz: "quem mais jura, mais mente".
Espero bem, pela saúde da sua filha, que não haja justiça divina.
E já agora, porque não jurou pela sua própria cabeça?
Saudações gloriosas
..