julho 27, 2009

Rubrica "jogador-a-jogador"

Depois de ter recebido várias ameaças de morte por ferrenhos adeptos da análise individual a cada um dos jogadores que estiveram em campo da equipa do Benfica, e porque gostava de viver mais uns anitos a ver o Benfica campeão, aqui venho eu dar continuídade a este capítulo analista / realista dos craques para a nova época.

O Benfica realizou dois bons jogos em Amsterdão e saiu de lá com o troféu. A equipa inglesa do Sunderland estava ainda em inicío de trabalhos, logo seria um adversário teoricamente mais fácil, já o Ajax está a uma semana do início da sua época, portanto apresentava-se completamente preparado e na máxima força.

Como os dois jogos foram bastante semelhantes a nível de rendimento individual, vou aglutinar num só capitulo a actuação de quem fez dois jogos, é tipo um dois em um fatela porque só o é por preguiça...

Moreira: Actuação segura e sem culpa nos golos. Saiu-se bem às bolas e parece ser o candidato número um a titular;

Quim: Nem calçou;
.
Moretto: Não houve perigo que o obrigasse a meter água;
.
Maxi Pereira: Sentou Patric no banco nos dois jogos, vai ser o titular. Disse-me um amigo que ele nos tempos livres puxa camiões com os dentes só para desanuviar;
.
Luisão: O homem está completamente fora de forma, o que é normal porque ainda tem poucos treinos. Cometeu alguns erros daqueles que lhe são crónicos, se fosse vendido pelos valores da cláusula de rescisão era bom para o clube e dava espaço aos jovens craques para rodarem mais;
.
Miguel Vítor: Entrou no primeiro jogo quando Luisão quase cuspia um pulmão de cansaço;
.
David Luiz: É central e pronto, não vale a pena andar a por o rapaz onde ele não pertence. Jovem craque que vai ser grande referência na defesa benfiquista;
.
Shaffer: Tem de defender com maior solidez, porque para atacar o homem está pelas curvas. Quando chega perto da área adversária cruza bem e sem medo;
.
Sepsi: Esperava mais deste rapaz, deve ser por isso que ficou a aquecer o banco;
.
Ruben Amorim: Entrou nos dois jogos para render Ramires. Não comprometeu, mas também não brilhou;
.
Ramires: Parece ser uma contratação acertada. Finito e com aspecto realmente etíope o rapaz joga bem na recuperação e no passe curto. Se digo que recupera bem, digo também que não tem nenhum pejo em se virar para a frente e adiantar jogo, tanto aparece a dobrar laterais como na área em posição de remate. Quando descobrir o cozido à portuguesa e encher as peles vai ser caso sério;
.
Javi Garcia: Dois jogos a prometer muito. O homem só com os ombros ocupa o grande circulo todo. Forte no contacto faz o trabalho que o trouxe para aqui. trinco forte que recupera jogo e dobra centrais e laterais com uma pinta do caneco. Um pouco faltoso terá de controlar aqueles toques no adversário ou em portugal passa a ser mais um "assassíno" para a comunicação social;
.
Carlos Martins: Parece estar a melhorar, mas está evidentemente castrado pelo estado fisíco em que se encontra. Tem de pensar melhor o seu jogo para não falhar tantos passes e tem de ser mais sereno na altura do o fazer. Quero acreditar que quando a melhor forma chegar vai ser mais fácil ele ser eficiente;
.
Fábio Coentrão: Entrou pouco tempo em ambos os jogos e foi eficaz. Luta muito e tem muito futebol nos pés, espera-se a revelação da época.;
.
Di Maria: Está crescido o miúdo e JJ vai tirar dele todos os argumentos que o rotularam de futuro craque. Quando o motor pega é lixado parar o rapaz, fez grande golo pleno de velocidade e oportunidade;
.
Pablo Aimar: Mostra a espaços a sua qualidade. Em alguns momentos, quando combina com Saviola faz lembrar o que os fez dupla famosa;
.
Cardozo: No penalti que marcou, em vez de jeitinho fuzilou, e assim é que tem de ser;
.
Saviola: Super jogador, mesmo quando não marca faz de tudo para os outros marcarem;
.
Nuno Gomes: Mais do mesmo. É o capitão;
.
Weldon: Tem duas pernas, dois braços, um tronco e uma cabeça. Nas extremidades das pernas tem dois pés. Se quiserem mandar piadinhas sobre o número de cabeças estão à vontade.
.
Agora apreciação ao treinador.
.
Jorge Jesus: Bem... Serenidade é um conceito muito vago para ele. Dá a ideia que de quando em vez se pudesse entrava em campo e rentava as fuças a um ou a outro. Energético. Espanpanante. Colérico. Etc.
Mas é treinador, daqueles a sério... Não tenho repulsa nenhuma em afirmar que já mostrou que vai conseguir por o Benfica a jogar à bola!

4 comentários:

Anónimo disse...

Bem esgalhado, sim senhor.

Anónimo disse...

Ai tanta cagansa, fonix

biohazard disse...

Só tenho um reparo a fazer ao Jesus. Ele tem que se lembrar que é um dos rostos principais do Maior do Mundo, por essa razão, não se pode dar ao luxo de ir com fato de treino para o banco, tem que mostrar classe, para além do trabalho, e aqueles fatos com o simbolo do Glorioso, ficam bem melhor a quem representa a instituição.

É só um pequeno àparte porque em questões de trabalho, a palavra que o descreve é: Irrepriensível.

SAUDAÇÕES BENFIQUISTAS

Anónimo disse...

:)Boa cronica.
Vamos ver o futuro.
Mas parece que estamos mais consistentes este ano

Abraço
www.slbenficashirts.com