abril 08, 2008

Vamos lá ver...


Alguém me sabe explicar por alma de quem é que o presidente destes tipos se meteu ao barulho???

Será que foi por estar no camarote presidencial do estádio do cabrão junto ao corrupto mór aquando dos festejos de mais um título conseguido com o suor dos árbitros?


E já que estamos nessa, vejam lá a "ajuda" que o Coroado Frutado deu no processo do apito dourado...


"Viciei resultados ao cometer erros"

"Ouvi este fim-de-semana um presidente de um clube da Liga principal dizer que havia viciação de resultados. Eu, na minha carreira, viciei resultados ao cometer erros" - foi assim, de acordo com o seu estilo, polémico, que Jorge Coroado defendeu os árbitros que estão a ser julgados no processo Apito Dourado.
O perito em arbitragem analisou ontem, na 21.ª sessão do julgamento, quatro dos oito jogos que serão avaliados (continua hoje de manhã), tendo sublinhado que não podia dizer, " em consciência" (pois claro, por isso é que é o perito), que a arbitragem, por exemplo, de Manuel Valente Mendes, nos jogos do Gondomar com os Dragões Sandinenses e com o Trofense, "era tendenciosa", porque esteve "preocupado apenas com a análise dos lances". Sobre o primeiro jogo, avaliou o segundo penálti de forma diferente da que tinha analisado no relatório na PJ. E mais: "Uma arbitragem tendenciosa não se vê nos grandes pormenores, mas nas pequenas situações." (ele sabe do que está a falar...)
Jorge Coroado considerou mesmo que não marcar "uma grande penalidade não significa que se beneficia uma equipa, pois pode não ser golo" (tirada fantástica...). Um argumento justificado com exemplos: "Ainda este domingo vi um penálti e foi falhado. E a equipa que de mais penáltis beneficiou esta época na Bwin Liga foi a que mais falhou."
Uma última nota curiosa. Quando Manuel Luís Ferreira, advogado de Manuel Valente Mendes, lhe perguntou se aquele árbitro tinha sido seu assistente, respondeu. "Não me pergunte isso que fico com urticária. Tenho alergias" (deve ser do acumular do pó...), referiu, a propósito de Manuel Valente Mendes ter sido "assistente de outra pessoa que passou pelo tribunal", na circunstância Vítor Pereira.

"Não é diferente"

"O que agora referi não é substancialmente diferente ao que referi no relatório. O que fiz foi apenas tentar transmitir a essência prática da arbitragem", argumentou Jorge Coroado, a propósito da diferença de condições que foram dadas aos peritos no visionamento dos lances na altura dos relatórios na PJ e a que lhes foi dada agora no Tribunal de Gondomar. "Não critiquei as condições que tínhamos para avaliar os lances, apenas referi que, no relatório, tínhamos um vídeo profissional e uma televisão bem melhor", observou, esclarecendo a diferença de análises. "Serve para as pessoas entenderem a dificuldade para um árbitro decidir no terreno."
Jorge Coroado explicou o que quis dizer quando, perante o tribunal, confessou que tinha "viciado" resultados: "Se eu me enganei, se deveria ter assinalado uma grande penalidade e não assinalei, se essa grande penalidade fosse concretizada e alterasse o resultado, obviamente que tinha viciado o resultado." (isso para esconder as vezes que o perito o fez deliberadamente a troco de uns quilos de fruta...)

Frases e diálogos

- Consegue explicar por que razão os jogadores portugueses caem com tanta facilidade na área contrária?

- Houve um tempo, em Portugal, que não se bebia leite em pequenino! (pois, de facto fala-se muito mas de café com leite, coisa que as putas, desculpem, os putos não devem beber...)

Pergunta do advogado Pedro Alhinho, resposta do perito Jorge Coroado

5 comentários:

lf2p disse...

Este tipo é um arrogante... mas o pior é que se trta de um arrogante inculto.
Pior do que isso é o ódio de estimação que sente pelo Benfica. Algo notório nas análises que insiste em fazer.

Anónimo disse...

com estes peritos mais valia chamar os corruptos para vir depor em seu próprio favor!

Anónimo disse...

temox de juntar todox ox benfiquistas e lutar contra esta situaxão

lagartomortodefome disse...

Parece-me que o coroado é um dos anti-benfica com mais tempo de antena nas mãos. É mais um dos porcos a derrubar!

Anónimo disse...

Pois eu como portista mas acima de tudo amante de futebol, também odeio ese Coroado.

Mas por curiosidade: transcreveram as afirmaçõe sdo Coroado,muito bem.Só que não vejo a parte em que ele referiu que ao viciar resultados enquanto árbitro, falou no célebre suposto penalty do Baía sobre o Poborsky na Luz....

Cumprimentos