outubro 27, 2005

Incidências

Ora bem, vamos por partes mas o mais directamente possivel.

- Já é tempo das Universidades criarem um novo curso: comentador desportivo. Está visto que os que temos são soluções de recurso, e de muito baixo valor. Só dizem barbaridades. Até parece que lhes puseram um guião à frente que eles vão lendo à medida que os jogos correm. O pior é que já nem se dão ao trabalho de tentarem fazer coincidir os comentários com os lances. Depois é a parvoice pegada que se vê e ouve. Retratem-se que a paciência já é pouca. Qualquer dia ainda me ponho a ouvir musica clássica enquanto vejo os jogos. Sempre faz mais sentido do que ouvir aqueles pategos.

- Com o jogo frente à Naval já à porta o senhor Manuel Cajuda teve o desplante de falar do Todo Poderoso Benfica ao afirmar que este revelou medo do Manchester United e por isso perdeu o jogo. Sinceramente não me apetece muito comentar as afirmações desta coisa que se arrasta no futebol português. O Veiga já tratou disso. Eu só espero é que o aspirante a acéfalo navalista não estivesse a querer traçar uma qualquer comparação entre os seus marinheiros de água semi salgada e os gigantescos Lobos do Mar de Manchester, que, diga-se, estão quase ao nosso nivel (mas ainda têm que provar algo mais)!

- Ao nivel do nosso Brilhante plantel, e ainda na ressaca do jogo, devo afirmar o que já todos sabem. O Carlitos é uma nódoa que nem os novos hiper heróis tira nódoas conseguem remover. Do Beto prefiro não tecer grandes críticas. O homem é esforçado.... e tem um cabelo estranho! E depois temos dois casos de desilusão crónica. O Geovani a quem aparentemente ninguém disse que pode usar as pernas para correr, e o Mantorras que... bem... hum... está lá, e até empolga os adeptos quando entra. Mas é só quando entra!

- Por fim, uma palavrinha à mais recente vítima da gripe das aves que, em delírios de febre, conseguiu o milagre da multiplicação da estupidez extrema. Aparentemente ele terá visto o Petit a transformar-se em deus grego e pediu às desautoridades do futebol português que proibissem o helénico de jogar enquanto um qualquer débil jogador portista não recuperasse da lesão que terá sido provocada pela inépcia do departamento clínico daquela agremiação. Já não tenho dúvidas, a sonda rectal do pinto já lhe subiu à cabeça e começa a afectar os poucos neurónios que não tiveram tempo de se suicidarem.

- É tudo. Basta desejar ao meu colega de redacção que traga muitas fotos do mini estádio onde o Glorioso vai ganhar.

Bem haja.

Nota: Nuno, continua a enganar-te que eu estou a gostar.

1 comentário:

lagartomortodefome disse...

é essa lucidez crónica que faz falta a nós assiduos leitores deste blog genial.
vamos lá, à figueira da foz, encaixotar esse tal de cajuda e deportá-lo para um país longinquo tipo ruanda ou nepal.

ninguém pára o benfica, allez...